sábado, 9 de abril de 2011

Te bebo e me embriago de Ti...



Olhos nos olhos
Coração latente
Mãos que procuram
O Seu corpo ardente
É um encanto sentir
A chama que inflama
O meu corpo latente

Olhos nos olhos
Os meus e os Teus
Um desejo louco
Insistente
Incandescente
De ter e Te sentir
Adoro-Te loucamente

Olhos nos olhos
Lábios se acham
Em beijos suaves
Úmidos e quentes
Boca que diz
Palavras de carinho
E desejos indecentes

Olhos nos olhos
Corpos que queimam
E se entregam loucamente
Saciam desejos
Apetite voraz
Uma fome de amar
Amar, amar...

Olhos nos olhos
Vontades loucas
Amor, amantes
Beijos molhados
Nossos corpos suados
Uma vontade insana
Doce loucura

Olhos nos olhos
Sede de Te amar
Entregar-me com doçura
Uma doçura voraz
Como o brilho da lua
Como o sol que queima
Meu corpo me pede
Te quer para mim
Então Te bebo e me embriago de Ti

(Maribel Santos - “Minha boca, janela da minha alma.”)

Um comentário:

{luaila}_DOM WOLFMAN disse...

lindo pomema liz ....bjusss